Guia de iniciantes

Principais erros na abordagem

in Abordagem

O maior erro é, sem dúvidas, o não abordar. Sim, isso não tem lógica, mas tem gente que com medo de cometer um erro na abordagem acaba evitando a própria abordagem. Se escondem atrás de diversas desculpas e evitam encarar a verdade: estão sendo derrotados sem nem terem tentado!

A seguir, outro grande erro é ficar dependente do resultado da abordagem e assim temer a rejeição. Cara, é apenas uma abordagem! Depender dos resultados é supervalorizar a coisa toda, o que significa demonstração de carência, e você acaba exalando aquele cheiro de goste de mim, por favor – e elas não gostam desse cheiro. E pior: no primeiro fora que você levar(e todos levamos foras, muitos foras!) você vai querer desistir. Abordar é divertido, é prazeroso, é sempre um jeito de adquirir mais e mais experiência, do que os resultados positivos virão naturalmente… não esqueça disso!

Um erro fatal é passar a confiar mais no que leu em um livro do que aquilo que você está sentindo no momento da abordagem. É quando você usa de uma técnica de sedução somente porque disseram que você tem que usar, quando na verdade o uso era absolutamente desnecessário. Você encontrará muitas técnicas e métodos de sedução aqui no PUABase, mas nunca perca de vista que cada caso é um caso, e que às vezes o melhor a se fazer é agir por fora daquelas técnicas e métodos. Não seja um escravo do que leu! Aprenda a sentir o momento da abordagem e perceber o que é que deve ser feito.

O que nos leva ao quarto e último erro: achar que a abordagem se resolve pela decoreba. Sabe quando na escola teus professores diziam que é melhor entender a matéria da prova do que decorá-la? Bem, o aprendizado da abordagem é a mesma coisa. A decoreba pode sim ajudar, principalmente o iniciante, mas não fique eternamente dependendo dela. Quanto mais dependente você for, menos adaptável você será – e acredite, as abordagens exigem adaptação o tempo todo.

Entenda o princípio da abordagem, entenda seus fatores de sucesso, e se preocupe em seguir o princípio e os fatores. Agir como um ator com fala ensaiada ajuda, e até pode trazer alguns resultados, mas as limitações desse tipo de agir são bem grandes.